12 °C Lisbon, PT
Novembro 17, 2018

Travelport torna-se o primeiro operador GDS a oferecer conteúdo NDC

Primeiros bilhetes para voos usando esta tecnologia foram emitidos por uma agência britânica. Travelport já publicou um roadmap para a gama de produtos

A Travelport acaba de se tornar o primeiro operador GDS a conseguir reservar voos usando o padrão técnico do New Distribution Capability (NDC) da IATA (Associação Internacional de Transporte Aéreo). A primeira transação foi feita pela agência britânica Meon Valley Travel, na sexta-feira, para um voo no percurso de Londres para Milão e emitido por uma importante companhia aérea europeia. O processo foi gerenciado pela mais recente versão do Travelport Smartpoint. Este novo recurso permite que sejam feitas reservas para qualquer serviço na companhia aérea, sem incorrer numa sobretaxa. É o primeiro de uma série de produtos que a Travelport está a desenvolver para se adaptar aos novos métodos de distribuição das companhias aéreas.

Relembre-se que a indústria está a desenvolver o NDC desde 2012 com o objetivo de ampliar a personalização para os agentes de viagens e estabelecer relações mais estreitas entre as companhias aéreas e os clientes. A Travelport já disponibiliza o Rich Content and Branding que é usado por mais de 270 companhias aéreas e atualmente distribui quase 340 produtos auxiliares para 90 operadores. O NDC é ativado utilizando conexões XML semelhantes àquelas que a Travelport já implementou com API’s para mais de 20 operadoras de baixo custo.

A Travelport publicou ainda um roadmap para a sua gama inicial de produtos NDC em fevereiro, tendo sido o primeiro GDS a conseguir a certificação Nível 3 da IATA como agregador, em dezembro de 2017. Este é um estatuto necessário para qualquer organização ou empresa que quer fornecer funcionalidades importantes para gestão de pedidos e ofertas. Nos próximos meses, a primeira versão de conteúdo NDC agora lançada será usada por um número cada vez maior de agências e companhias aéreas. Em 2019, também está previsto que se complemente a solução, incluindo o lançamento de uma versão para agências online. Dada a complexidade da tecnologia, a Travelport vai continuar a desenvolver os produtos em estreita ligação com várias agências de viagens e companhias aéreas em todo o mundo.

Gordon Wilson, Presidente e CEO da Travelport, comenta: “Isto é um marco para a distribuição aérea. Estamos muito satisfeitos por termos feito parte do surgimento da ‘era NDC’. Isto exigiu uma quantidade extraordinária de competências e experiência, pelo que quero agradecer aos meus colegas na Travelport, bem como aos nossos parceiros. Ainda estamos nos estágios iniciais da implementação do NDC e a evolução da tecnologia levará o seu tempo, à medida que formos aprendendo com a experiência prática das primeiras utilizações. Já não estamos apenas a conversar teoricamente sobre este produto, mas sim a utilizá-lo realmente. Entretanto, continuamos a disponibilizar uma plataforma abrangente de comércio global de viagens capaz de lidar com grandes volumes de conteúdo que pode ser pesquisado e reservado por todos os agentes de viagens do mundo”, conclui o responsável.

Por seu lado, Aleks Popovich – Senior Vice President, Financial and Distribution Services da IATA – acrescenta: “Congratulamos a Travelport por ter gerido a primeira reserva usando o NDC através da sua plataforma. Este é um passo muito significativo nesta nova era do comércio global das companhias aéreas. Estamos ansiosos para continuar a trabalhar com a Travelport à medida que se forem desenvolvendo mais produtos habilitados para NDC nos próximos meses e anos”. Já Colin Boddy – Corporate Director da Meon Valley Travel – remata, dizendo “estamos muito orgulhosos por sermos a primeira agência a fazer uma reserva NDC, usando o nosso canal GDS preferido. Estivemos sempre na vanguarda da tecnologia e estamos honrados por termos sido escolhidos como parceiros para este momento marcante”.