12 °C Lisbon, PT
Novembro 17, 2018

Enóphilo Wine Fest Porto vai revelar a excelência dos vinhos de Portugal

Dizem que à terceira é de vez. Pois assim será! A organização esmerou-se, criou ainda melhores condições e a 17 de novembro o ENÓPHILO WINE FEST 2018 PORTO estará preparado para receber um milhar de pessoas, apaixonados por vinhos, que poderão provar mais de 300 fabulosas propostas vínicas e participar em Provas Especiais, afirmando um lugar na agenda de eventos, como o maior do último trimestre na invicta.

“Estou muito feliz de regressar ao Porto, uma cidade cada vez mais dinâmica, com um entusiasmante crescimento de número de enófilos, que tão bem acolheu este evento vínico, e onde foi apresentada a marca ENÓPHILO, precisamente há um ano, neste mesmo local, o edifício da Alfândega”. Refere Luís Gradíssimo, organizador do ENOPHILO WINE FEST 2018 PORTO, acrescentando que “este ano realiza-se a 3ª edição do evento na cidade invicta, mas numa sala maior do edifício da Alfândega, pois para além de um formato um pouco mais alargado (quase 50 produtores), há também a inclusão de alguns apontamentos gastronómicos, para complementar e melhorar a experiência de quem nos visita”, destaca.

Esta edição vai realizar-se na primeira sala à direita, quem entra no Centro de Congressos da Alfândega do Porto, na Sala dos Despachantes, sendo complementada com o auditório em frente, onde serão realizadas as Provas Especiais reunindo 46 produtores selecionados de quase todas as regiões demarcadas de Portugal. Em prova estarão mais de 300 referências de elevada qualidade, dos mais diversos tipos e estilos de vinhos. “Será uma edição muito eclética, na linha do que tem sido feito, num blend de produtores já aclamados com algumas novas entradas, sempre com o objetivo de trazer vinhos de qualidade, diferenciados e não massificados”, destaca Luís Gradíssimo.

OS PRODUTORES

  • Vinho Verde: Quinta do Regueiro; Vinho Verde Young Projects (Vale dos Ares, Quinta de Santiago, 100 Igual, Cazas Novas); Quinta de Paços; Land Soul Terrunho / Quinta das Fontes; Quinta do Ferro e Quinta do Outeiro.
  • Douro: Quinta da Costa do Pinhão; Quinta da Rede; António Maçanita Winemaker; Vinilourenço; Titan of Douro; Somnium; Vieira de Sousa (Douro e Porto) e Blackett (Vinhos do Porto).
  • Trás-Os-Montes: Quinta do Gago; Romano Cunha; Do Joa; Quinta de Arcossó; PP Wines – Vinhos e Consultoria.
    Távora- Varosa: Família Hehn.
  • Bairrada: Kompassus; Quinta dos Abibes; Quinta da Lagoa Velha; Quinta das Bágeiras; Luís Gomes.
  • Dão: Quinta Vale do Cesto; Quinta de Lemos; Quinta do Mondego; PP Wines – Vinhos e Consultoria.
  • Beira Interior: Quinta do Cardo.
  • Tejo: Casa Cadaval; Quinta do Arrobe.
  • Lisboa: Infinitude; Quinta de Pancas; Villa Oeiras; Quinta do Rol; Quinta do Lagar Novo.
  • Península de Setúbal: Herdade do Cebolal; Quinta do Piloto.
  • Alentejo: Joaquim Arnaud; Vinha das Virtudes; António Maçanita Winemaker; Nunes Barata; Herdade do Arrepiado Velho.
  • Açores: Czar; António Maçanita Winemaker.

AS PROVAS ESPECIAIS

As três Provas Especiais são sempre muito aguardadas e estão disponíveis para apenas 25 pessoas, as primeiras a conseguirem garantir um lugar, podendo usufruir de momentos ímpares de elevação aos sentidos. Em prova estão sempre vinhos únicos, raros e de elevadíssima qualidade.

15h30: “Uma década de Blanc de Noirs da Kompassus”
Uma invulgar prova vertical de espumantes, que será conduzida pelo produtor, João Póvoa, um momento para provar uma década de vinhos e comprovar a qualidade e longevidade destes espumantes Blanc de Noirs, feitos com base na casta tinta emblemática da região da Bairrada: a Baga.

17h00: “Quinta do Regueiro: A evolução do Primitivo”
Celebram-se cinco colheitas desta referência de topo da Quinta do Regueiro, um pequeno produtor da sub-região de Monção e Melgaço, que é uma referência nos Alvarinhos. Uma prova vertical inédita, apresentada pelo produtor, Paulo Cerdeira Rodrigues, com todas as colheitas desde 2013, ano em que se iniciou a produção do Primitivo, até à apresentação, em primeira mão, da colheita de 2017. Um momento para apreciar a evolução destes vinhos e perceber não só o terroir, como as diferenças entre cada um dos anos.

18h30: “Czar, mais de 500 anos de história”
Uma rara oportunidade de provar colheitas antigas deste vinho único no Mundo: o Czar, um vinho nascido nos Açores, com cinco séculos de história. Será uma prova conduzida pelo produtor, Fortunato Garcia, que partilhará uma seleção de impressionantes colheitas deste vinho mítico.

Os bilhetes estão disponíveis em www.ticketline.sapo.pt e nos locais habituais como Fnac, Agências Abreu, Worten e El Corte Inglés. O bilhete tem um custo de 10€ em pré-venda e 15€ no próprio dia, a organização empresta um copo Schott Zwiesel para a prova de todos os vinhos; para cada uma das três provas especiais há o bilhete de 25€ que não inclui o acesso ao evento (lugares são limitados); e há ainda o “Pack Enóphilo”, para verdadeiros apaixonados, com tudo incluído.

No evento vínico ENÓPHILO WINE FEST 2018 PORTO, sábado, dia 17 de novembro, para além de poder provar vinhos fabulosos, nem sempre fáceis de encontrar, ainda poderá usufruir de iguarias gastronómicas, desfrutar de uma localização histórica, de rara beleza, e do rio Douro, o cenário perfeito para inesquecíveis brindes!